Minha foto
O SENTINELA - Nos adicione em https://www.facebook.com/sentinela.brasil

Seguidores

O projeto Excelências traz informações sobre todos os parlamentares em exercício nas Casas legislativas das esferas federal e estadual, e mais os membros das Câmaras Municipais das capitais brasileiras, num total de 2368 políticos. Os dados são extraídos de fontes públicas (as próprias Casas legislativas, o Tribunal Superior Eleitoral, tribunais estaduais e superiores, tribunais de contas e outras) e de outros projetos mantidos pela Transparência Brasil, como o (financiamento eleitoral) e o (noticiário sobre corrupção).

O projeto disponibiliza espaço para que os políticos retratados apresentem argumentos ou justificativas referentes a informações divulgados no projeto, como noticiário que os envolva, ocorrências na Justiça e Tribunais de Contas, informações patrimoniais e outras. Para providenciar o registro de algum eventual comentário, solicita-se que o político entre em contacto com a Transparência Brasil.

sexta-feira, 28 de junho de 2013

Baderneiro ou infiltrado? Fuzileiro naval estava entre os vândalos que tentaram invadir o Itamaraty


Militar estava à paisana no local onde vândalos quebravam vidraças do Itamaraty

Veja as imagens captadas pela TV Venezuelana Telesur


Jailton de Carvalho
BRASÍLIA — As imagens da TV venezuelana Telesur, em poder da Polícia Civil, mostram quando um dos rapazes, que estava no local do protesto, entra no prédio do Itamaraty (aos 3m44s do vídeo). Quando é cercado por policiais, mostra o rosto e berra.
— Sou fuzileiro!




Antes mesmo de pular a janela para ter acesso ao salão do térreo do Itamaraty, o homem já gritava:
— Avisa que sou fuzileiro, avisa que sou fuzileiro.
Depois de entrar no prédio, ele foi cercado por policiais militares. Um militar da Marinha que fazia a proteção do prédio conteve os PMS. O rapaz deita-se no chão, mostra um documento e, com a ajuda do fuzileiro naval fardado que estava no prédio, é liberado.

Reprodução de O Globo



O GLOBO procurou a Marinha para saber se confirmava que havia no momento do protesto militares à paisana entre os manifestantes, se eles estavam à trabalho e se eram do setor de inteligência. A Marinha limitou-se a informar que tomou conhecimento do caso pelo GLOBO e abrirá um procedimento para apurar o ocorrido.
O Globo/montedo.com

Nenhum comentário:


I made this widget at MyFlashFetish.com.

Ultimas Postagens

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...