Minha foto
O SENTINELA - Nos adicione em https://www.facebook.com/sentinela.brasil

Seguidores

O projeto Excelências traz informações sobre todos os parlamentares em exercício nas Casas legislativas das esferas federal e estadual, e mais os membros das Câmaras Municipais das capitais brasileiras, num total de 2368 políticos. Os dados são extraídos de fontes públicas (as próprias Casas legislativas, o Tribunal Superior Eleitoral, tribunais estaduais e superiores, tribunais de contas e outras) e de outros projetos mantidos pela Transparência Brasil, como o (financiamento eleitoral) e o (noticiário sobre corrupção).

O projeto disponibiliza espaço para que os políticos retratados apresentem argumentos ou justificativas referentes a informações divulgados no projeto, como noticiário que os envolva, ocorrências na Justiça e Tribunais de Contas, informações patrimoniais e outras. Para providenciar o registro de algum eventual comentário, solicita-se que o político entre em contacto com a Transparência Brasil.

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Meio expediente nos quartéis !!! MENOS R$ 3,67 BILHÕES PARA A DEFESA

BRUNO DUTRA
Rio - Após o governo federal anunciar corte de despesas de R$ 28 bilhões no Orçamento da União, sendo R$ 3,67 bilhões só no Ministério da Defesa, os quartéis fazem as contas e já cogitam a adoção do meio expediente. Segundo fontes da Coluna, no Exército o expediente terminaria depois do almoço de segunda a sexta. Na Marinha e na Aeronáutica: jornada menor apenas nas segundas e sextas, sendo após o almoço no primeiro dia útil da semana e antes do almoço no outro.

O regime de meio expediente em todo o país significa diminuir pela metade as atividades dentro do Exército. Mesmo assim, a economia não bastará para cobrir o rombo de R$ 3,67 bi, com isso, alguns planos de compras de equipamentos terão que ser adiados. Neste caso, o aperto será maior na Marinha.

Oficialmente, o Ministério da Defesa informa que ainda começa a estudar, junto com a Marinha, Aeronáutica e o Exército, quais serão os bloqueios necessários. Apesar do silêncio oficial sobre o tema, crescem as especulações de bastidores e a preocupação com os jovens que apostam na carreira militar.

Por ano, quase dois milhões de jovens de 18 anos se alistam nas Forças Armadas, mas somente 80 mil viram recrutas. Em sua maioria são rapazes de origem humilde que necessitam do salário mínimo pago pelo governo. Com o meio expediente, fica afetado o caráter social do serviço militar. A pergunta é simples: “No tempo ocioso, o que vão fazer no tempo vago os recrutas que são impedidos de trabalhar pelo serviço militar?”

http://odia.ig.com.br/noticia/economia/2013-05-25/forca-militar-meio-expediente-nos-quarteis.html

Nenhum comentário:


I made this widget at MyFlashFetish.com.

Ultimas Postagens

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...