Minha foto
O SENTINELA - Nos adicione em https://www.facebook.com/sentinela.brasil

Seguidores

O projeto Excelências traz informações sobre todos os parlamentares em exercício nas Casas legislativas das esferas federal e estadual, e mais os membros das Câmaras Municipais das capitais brasileiras, num total de 2368 políticos. Os dados são extraídos de fontes públicas (as próprias Casas legislativas, o Tribunal Superior Eleitoral, tribunais estaduais e superiores, tribunais de contas e outras) e de outros projetos mantidos pela Transparência Brasil, como o (financiamento eleitoral) e o (noticiário sobre corrupção).

O projeto disponibiliza espaço para que os políticos retratados apresentem argumentos ou justificativas referentes a informações divulgados no projeto, como noticiário que os envolva, ocorrências na Justiça e Tribunais de Contas, informações patrimoniais e outras. Para providenciar o registro de algum eventual comentário, solicita-se que o político entre em contacto com a Transparência Brasil.

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Dilma 'invade' cabine do piloto e vira 'corneteira' dos voos oficiais


Dilma 'invade' cabine do piloto e vira 'corneteira' dos voos oficiais

Dilma cumprimenta o brigadeiro Joseli pela promoção ao último posto (Foto: Sargento Batista FAB)


NATUZA NERY
DE BRASÍLIA

A presidente Dilma Rousseff não tolera turbulências --nem as corriqueiras agitações da política nacional nem as literais: ela detesta quando o avião presidencial sacode em pleno ar.
Foi pelo medo do balanço que se habituou a verificar, pessoalmente, o plano de voo antes de decolar, tal qual um controlador de tráfego aéreo.
Ela estuda com diligência cartas meteorológicas e fez questão de aprender a ler os enigmáticos dados do painel da cabine do piloto, recinto em que, aliás, já é habitué.
Não raro, Dilma exibe, a 39 mil pés, seu estilo de chefia tão conhecido em terra.
"Joseli, por que o avião está sacudindo?"; "Joseli, que curva é essa?"; "Joseli, eu não quero ir mais rápido se for para passar por turbulência".
O requisitado é Joseli Parente Camelo - tenente-brigadeiro do Ar e autoridade máxima nas rotas oficiais desde os tempos em que a Presidência era ocupada por Luiz Inácio Lula da Silva.
Dilma costuma acionar o militar de quatro estrelas por um botão ao lado de sua poltrona. Quando o Airbus sacode, é fatal: a campainha toca. E, dependendo da trepidação, toca com muito vigor.
Certo dia, ela viajava de Brasília a Porto Alegre quando um detalhe curioso chamou a atenção de uma assessora. No lugar de uma linha reta, o gráfico que descrevia a trajetória da aeronave mostrava um zigue-zague. Motivo: a presidente insistiu para que Joseli fugisse do agito.
Os deslocamentos aéreos da presidente Dilma costumam demorar mais do que os voos comerciais.
Nas companhias privadas, as nuvens densas não são uma barreira. Afinal, sacudir em grandes altitudes é ruim porque incomoda, mas não por ser inseguro. Além disso, seguir em linha reta é mais rápido e mais barato.
Certa vez, o desvio foi tão grande que a aeronave fez a "curva" em Mato Grosso antes de aterrissar em Brasília.
Acostumado com as exigências da passageira, até o brigadeiro Joseli, como é conhecido, chegou a brincar: "Veja aqui, presidente, por onde a senhora quer ir".
Folha de São Paulo/montedo.com

Um comentário:

Anônimo disse...

a Dilma deve vou no sucatão!
Muita sorte! Imagina se esse avião cai matando os militares que retornariam de um missão que tanto desejavam? Iriam dizer e afirmar que a culpa era do comandante de aeronave. Que o avião estava em plenas condições de voo. Isso tudo ja sabemos, agora quero ver se tomam vergonha e como não tem outra aeronave em condições, que fretam um avião para trazer o militares são e salvos. Ninguem merece morrer por um pais que não valorizam seus heróis, um jogador de futebol é considerado herói e aquele que jura morte para salvar seu pais e sua nação é o que?


I made this widget at MyFlashFetish.com.

Ultimas Postagens

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...