Minha foto
O SENTINELA - Nos adicione em https://www.facebook.com/sentinela.brasil

Seguidores

O projeto Excelências traz informações sobre todos os parlamentares em exercício nas Casas legislativas das esferas federal e estadual, e mais os membros das Câmaras Municipais das capitais brasileiras, num total de 2368 políticos. Os dados são extraídos de fontes públicas (as próprias Casas legislativas, o Tribunal Superior Eleitoral, tribunais estaduais e superiores, tribunais de contas e outras) e de outros projetos mantidos pela Transparência Brasil, como o (financiamento eleitoral) e o (noticiário sobre corrupção).

O projeto disponibiliza espaço para que os políticos retratados apresentem argumentos ou justificativas referentes a informações divulgados no projeto, como noticiário que os envolva, ocorrências na Justiça e Tribunais de Contas, informações patrimoniais e outras. Para providenciar o registro de algum eventual comentário, solicita-se que o político entre em contacto com a Transparência Brasil.

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Defesa investe R$ 15 mi em teste para reforçar segurança da costa brasileira


Operação que envolve Marinha, Força Aérea e Exército é realizada em RJ, SP, SC e RS
Gabriela Murno
Com custo estimado entre R$ 13 milhões e R$ 15 milhões, a Marinha, o Exército e a Força Aérea realizam, desde a última segunda-feira (19), a Operação Conjunta “Atlântico III”, sob a coordenação do Ministério da Defesa. A Operação, que abrange os estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, tem como o objetivo a defesa da costa e de estruturas estratégicas, como portos, plataformas de petróleo, refinarias, usinas hidrelétricas e nucleares. “Nossa capacidade nós conhecemos, quere-mos ver realmente se ela é efetiva. Os exercícios estão sendo feitos exatamente para testá-la”, afirmou o Comandante de Operações Navais, Almirante Gilberto Max, na apresentação oficial da “Atlântico III”. Segundo ele, entretanto, não há como avaliar qual é o risco real que as matrizes energéticas brasileiras sofrem. “Não temos um inimigo palpável”, disse o Comandante. “Estes exercícios abrangem determinadas áreas que são consideradas estratégicas e exigem defesa correspondente. Agora, avaliar qual é o risco que existe é muito difícil. Nós temos que conhecer nossa capa-cidade e verificar se ela é efetiva”, completou.
 Ao ser questionado à respeito do interesse de outros países pelo óleo do pré-sal, o Almirante afirmou que as plataformas não estão em águas internacionais. Sobre a redistribuição dos royalties do petróleo, o Comandante explicou que ainda não é possível calcular a sua influência nas operações de defesa e patrulhamento da costa brasileira. “Obviamente, os royalties nos auxiliam muito na patrulha. Mas não temos ainda como avaliar se a redistribuição poderá influenciar as operações”, explicou. A “Atlântico III” abrange a área marítima dentro da chamada “Amazônia Azul” e parte do território nacional, envolvendo cerca de 10 mil militares das três Forças Armadas. Estão sendo utilizados ainda dois navios escolta, dois navios de apoio, dois submarinos, três navios-patrulha e seis helicópteros da Marinha do Brasil. O Exército participará com 96 viaturas leves, 101 viaturas de transporte, nove viaturas blindadas e nove ambulâncias. Já a Força Aérea Brasileira disponibiliza quatro aeronaves de ataque, cinco de patrulha, cinco de trans-porte e um helicóptero. Nos dias 26 e 27, serão realizados exercícios na Reduc (Refinaria de Duque de Caxias) e em navios plataforma.

Nenhum comentário:


I made this widget at MyFlashFetish.com.

Ultimas Postagens

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...