Minha foto
O SENTINELA - Nos adicione em https://www.facebook.com/sentinela.brasil

Seguidores

O projeto Excelências traz informações sobre todos os parlamentares em exercício nas Casas legislativas das esferas federal e estadual, e mais os membros das Câmaras Municipais das capitais brasileiras, num total de 2368 políticos. Os dados são extraídos de fontes públicas (as próprias Casas legislativas, o Tribunal Superior Eleitoral, tribunais estaduais e superiores, tribunais de contas e outras) e de outros projetos mantidos pela Transparência Brasil, como o (financiamento eleitoral) e o (noticiário sobre corrupção).

O projeto disponibiliza espaço para que os políticos retratados apresentem argumentos ou justificativas referentes a informações divulgados no projeto, como noticiário que os envolva, ocorrências na Justiça e Tribunais de Contas, informações patrimoniais e outras. Para providenciar o registro de algum eventual comentário, solicita-se que o político entre em contacto com a Transparência Brasil.

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Uso militar em debate



Vinícius Pedreira

Em discurso na 10ª Conferência de Ministros de Defesa das Américas, o secretário de Defesa dos EUA, Leon Panetta, demonstrou preocupação com a utilização das Forças Armadas como contingente policial em países da América Latina. "O uso de militares para realizar a aplicação da lei civil não pode ser uma solução de longo prazo", defendeu. Panetta enfatizou a presença de ameaças como o terrorismo e o tráfico de drogas no Cone Sul e a necessidade do fortalecimento das autoridades civis para lidar com a aplicação da lei. Desde o início do ano, os EUA buscam ampliar sua atuação na região, estratégia reforçada com a Declaração de Política de Defesa para o Hemisfério Ocidental do Pentágono, divulgada na semana passada e que deixa claro o foco na região da Ásia-Pacífico. Em visitas ao Peru e ao Uruguai, Panetta também tomou medidas para implantar a política norte-americana e concordou em começar a trabalhar com cada país para atualizar seus acordos de cooperação de defesa para ajustar mudanças nas leis e permitir uma cooperação mais ampla. "Nas duas últimas décadas, nosso povo, nossas economias, nossas culturas e nossos valores tornaram-se cada vez mais conectados", discursou. O ministro da Defesa do Brasil, Celso Amorim, também esteve presente no encontro e apresentou uma breve análise das temáticas do encontro "desastres naturais; proteção ao meio ambiente e biodiversidade; e missões de paz" e da conjuntura da segurança internacional na atualidade. O representante do país lembrou que o uso das Forças Armadas tem um papel subsidiário aos órgãos de defesa civil. "É uma contradição tentar militarizar a defesa civil", afirmou.

Nenhum comentário:


I made this widget at MyFlashFetish.com.

Ultimas Postagens

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...