Minha foto
O SENTINELA - Nos adicione em https://www.facebook.com/sentinela.brasil

Seguidores

O projeto Excelências traz informações sobre todos os parlamentares em exercício nas Casas legislativas das esferas federal e estadual, e mais os membros das Câmaras Municipais das capitais brasileiras, num total de 2368 políticos. Os dados são extraídos de fontes públicas (as próprias Casas legislativas, o Tribunal Superior Eleitoral, tribunais estaduais e superiores, tribunais de contas e outras) e de outros projetos mantidos pela Transparência Brasil, como o (financiamento eleitoral) e o (noticiário sobre corrupção).

O projeto disponibiliza espaço para que os políticos retratados apresentem argumentos ou justificativas referentes a informações divulgados no projeto, como noticiário que os envolva, ocorrências na Justiça e Tribunais de Contas, informações patrimoniais e outras. Para providenciar o registro de algum eventual comentário, solicita-se que o político entre em contacto com a Transparência Brasil.

sábado, 13 de outubro de 2012

MPM pede um ano de cadeia para soldados que divulgaram fotos íntimas de sargento da FAB

Força Militar: Um ano de cadeia para ex-soldados


MARCO AURELIO REIS
Rio - Ex-soldados da Força Aérea que divulgaram fotos íntimas de uma sargento podem pegar um ano de cadeia. Eles foram denunciados pela Procuradoria de Justiça Militar no Rio, acusados de crime de violação de recato (Artigo 229 do Código Penal Militar).
O caso ocorreu em setembro de 1999, na Diretoria de Administração de Pessoal do Comando da Aeronáutica, no Centro do Rio. Os dois ex-soldados roubaram as fotos quando a militar se ausentou da sala onde os três serviam por alguns poucos instantes. Rapidamente um deles pegou o celular da sargento e copiou as imagens salvas no aparelho, algumas delas tinham cunho erótico. O caso só foi descoberto porque um dos envolvidos repassou as imagens, inclusive para outro ex-militar.

O repasse foi comprovado porque foi feito por e-mail. Durante as investigações, a promotoria ouviu relatos segundo os quais as fotos teriam sido impressas e expostas no alojamento dos soldados da unidade militar.
Para a promotoria, “a prática do crime de violação de recato pessoal está configurada tanto pela cópia não autorizada das fotos do celular da sargento, como pela divulgação dessas imagens capturadas indevidamente”.
O Dia Online/montedo.com

Nenhum comentário:


I made this widget at MyFlashFetish.com.

Ultimas Postagens

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...