Minha foto
O SENTINELA - Nos adicione em https://www.facebook.com/sentinela.brasil

Seguidores

O projeto Excelências traz informações sobre todos os parlamentares em exercício nas Casas legislativas das esferas federal e estadual, e mais os membros das Câmaras Municipais das capitais brasileiras, num total de 2368 políticos. Os dados são extraídos de fontes públicas (as próprias Casas legislativas, o Tribunal Superior Eleitoral, tribunais estaduais e superiores, tribunais de contas e outras) e de outros projetos mantidos pela Transparência Brasil, como o (financiamento eleitoral) e o (noticiário sobre corrupção).

O projeto disponibiliza espaço para que os políticos retratados apresentem argumentos ou justificativas referentes a informações divulgados no projeto, como noticiário que os envolva, ocorrências na Justiça e Tribunais de Contas, informações patrimoniais e outras. Para providenciar o registro de algum eventual comentário, solicita-se que o político entre em contacto com a Transparência Brasil.

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Pentágono ameaça processar ex-soldado por livro sobre morte de Bin Laden



Suposto vazamento de informações confidenciais irritou militares americanos

Alto escalão militar fez ameaças contra autor de polêmico livro






O Pentágono reagiu com ameaças aos trechos do livro No Easy Day: The Firsthand Account Of The Mission That Killed Osama Bin Laden (Um dia nada fácil: o primeiro relato da missão que matou Osama Bin Laden, em tradução livre), divulgados na última terça-feira (28). Escrito pelo ex-soldado americano da Marinha Matt Bissonette (que usou o pseudônimo Mark Owen na publicação), a publicação trata da operação para capturar o terrorista Osama Bin Laden.


De acordo com o Conselho Geral do Departamento de Defesa, a publicação de um livro por um ex-militar a respeito da ação em Abbottabad, no Paquistão, trata-se de uma violação a contratos de confidencialidade assinados por Owen. O general Jeh Johnson escreveu uma carta ao ex-soldado, alertando que se o livro for comercializado a partir do dia 4 de setembro, quando está previsto, a situação será agravada.

Um oficial do Pentágono explicou, em entrevista à rede NBC, que “é preciso ser firme a respeito do vazamento de informações confidenciais”, e que se isso não for feito “outros podem seguir o mesmo caminho”, divulgando conteúdos restritos apenas aos bastidores.

ENTENDA O CASO: LIVRO CONTRADIZ EUA SOBRE MORTE DE BIN LADEN

Os documentos de confidencialidade teriam sido assinados por Owen em 24 de janeiro de 2007, e tais papéis diziam explicitamente que nunca o então militar poderia divulgar informações das operações das quais viria a fazer parte pouco tempo depois. Apesar de Owen ter deixado a Marinha, os documentos seguem válidos, de acordo com o Pentágono.

Outro ponto do livro que preocupa os militares americanos é que, segundo eles, vários procedimentos, táticas e técnicas estariam disponíveis na publicação, cuja cópia chegou às mãos de oficiais do alto escalão do Pentágono. Diante do risco que essas informações poderiam trazer às futuras ações militares, é possível que medidas judiciais sejam tomadas contra o autor, caso o livro realmente venha a público.


Entretanto, analistas acreditam que o desconforto do Pentágono e da Casa Branca não tem relação com táticas militares, mas sim com o fato de que a versão apresentada para a morte de Osama Bin Laden diverge da apresentada pelo presidente Barack Obama em 2011.

Enquanto Obama afirmou que teria havido um tiroteio e o terrorista teria resistido à prisão, o livro dá conta que Bin Laden não resistiu e já foi encontrado morto em seu quarto, após ter sido baleado na cabeça.

Do R7, com agências internacionais

Nenhum comentário:


I made this widget at MyFlashFetish.com.

Ultimas Postagens

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...