Minha foto
O SENTINELA - Nos adicione em https://www.facebook.com/sentinela.brasil

Seguidores

O projeto Excelências traz informações sobre todos os parlamentares em exercício nas Casas legislativas das esferas federal e estadual, e mais os membros das Câmaras Municipais das capitais brasileiras, num total de 2368 políticos. Os dados são extraídos de fontes públicas (as próprias Casas legislativas, o Tribunal Superior Eleitoral, tribunais estaduais e superiores, tribunais de contas e outras) e de outros projetos mantidos pela Transparência Brasil, como o (financiamento eleitoral) e o (noticiário sobre corrupção).

O projeto disponibiliza espaço para que os políticos retratados apresentem argumentos ou justificativas referentes a informações divulgados no projeto, como noticiário que os envolva, ocorrências na Justiça e Tribunais de Contas, informações patrimoniais e outras. Para providenciar o registro de algum eventual comentário, solicita-se que o político entre em contacto com a Transparência Brasil.

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Capitão Pimentel solta o " verbo" em relação a miséria de reajuste para as FORÇAS ARMADAS


Pelo projeto de Lei Orçamentária, que está sendo entregue pela ministra do Planejamento, ao presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), os integrantes das Forças Armadas terão reajuste de 30% em três anos.


COMENTÁRIO


O último reajuste dado aos militares no governo Lula não aconteceu de forma linear, havendo uma inversão na hierarquia militar. O maior aumento ocorreu no inicio da escala da hierarquia militar; isto é: de soldado a general. No caso de um major o percentual de reajuste foi de 46 %, pago de forma parcelada a cada seis meses, durante praticamente três anos. E não retroagiu à data do inicio da negociação. Quando entrava a parcela no contra-cheque, a quantia não cobria os juros bancários do cheque especial, do empréstimo consignado e empréstimos feitos diretamente com o banco.



Moral da história: Os militares tiveram um reajuste que não representou ganho real, livrando-os apenas dos juros de suas dívidas. Agora não será diferente, pois continuará a ser parcelado; pior: uma parcela em cada um dos três anos em que será dado o reajuste. Considerando verídica esta notícia, o reajuste ocorrerá em 2013, não se sabendo a partir de que mês. Março? Agosto?
Os militares embora pertençam à carreira de estado, continuarão a ter os proventos inferiores aos pagos aos membros da Polícia Federal, Polícia Rodoviária e Polícia Militar de Brasília, sem considerar outras categorias ligadas às finanças, membros do Congresso Nacional (funcionários) e Judiciário.

Se a humilhação ficasse por aí, muito bem, mas os militares se transformaram no lixo da história. Comandados por três oficiais pouco afeitos à atitudes, bajuladores, incapacitados para o exercício da função, são achincalhados pelos militantes que foram derrotados nos anos 64 / 74. E não só avacalhados, as sedes dos Comandos Militares foram retiradas da Esplanada dos Ministérios para o lixão de Brasília. Os comandantes militares estão proibidos de freqüentarem o mesmo palanque das autoridades civis, como aconteceu pela segunda vez consecutiva durante a Parada de Sete de Setembro e nos 5.º Jogos Mundiais Militares.
As nossas autoridades militares só sabem distribuir medalhas. Confundem covardia com disciplina militar! “Militar faz continência!”, bem o disse o ex presidente da república Juscelino Kubitschek. Juscelino Kubitschek de Oliveira nasceu em Diamantina, em 12 de setembro de 1902 e faleceu em Resende, em 22 de agosto de 1976. É considerado o maior presidente civil da história republicana. Embora as suas palavras sejas duras, são verdadeiras!
A continuar com o andor, logo mais estarão os militares tomando os lugares dos garis, já que a limpeza nas encostas dos morros cariocas quem a faz são os fuzileiros navais. Combater o mosquito da dengue é compartilhada pelos militares. Dar proteção às obras patrocinadas por políticos amigos do governo, também é tarefa executada por militares. Carregar mala de autoridades civis, é missão realizada pessoalmente por general de divisão. Só falta escalar o General-de-exército chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República para trocar os absolventes femininos das madames do Palácio do Planalto. Servir de pinico, levar mijada da presidente da república, este general o faz de maneira brilhante!
Se não bastasse tanta humilhação os comandantes militares se borram nas caças na presença da sirigaita senhora Maria do Rosário Nunes, ministra chefe da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. Esta senhora determinou que fossem retiradas dos sites das Forças as datas históricas alusivas à Revolução Democrática de 31 de Março de 1964 e a Intentona Comunista de 1935. Estas datas foram abolidas dos calendários das Forças Armadas. Realizar palestras alusivas a estas datas, dá exoneração de cargo. Os militares estão proibidos de referenciar os seus feitos históricos e cultuar os seus heróis. O mesmo não ocorre com os comunistas que se empastelam enaltecendo os traidores da pátria, com exposições fotográficas, criação de CD-ROM para desmoralizar as FFAA, inauguração de Museu da Ditadura Militar, exibição na TV de filme que mostra apenas um lado da luta armada, coloca estátua em praça pública de falso ‘almirante negro’, e presidente da república elogia comunistas, - Gregório Bezerra e Calos Marighella, - que lutaram contra os militares.
Os comandantes militares fazem vistas grossas, e se calam. Viram as costas, inclusive, para os companheiros que receberam ordens superiores e lutaram contra os militantes da luta armada. “Não fizemos parte da Ditadura Militar!’, alegam esses senhores! E entregam os companheiros de farda numa bandeja de prata para o inimigo.
As FFAA nas mãos de três chefes militares incompetentes não têm razão de existir. Que se terceirize a segurança do país. E o último a sair feche a porteira!

José Geraldo Pimentel
Cap Ref EB

Correio Braziliense, Blog do Vicente, Brasília, 30/08/2012).
Sobre o jornalista Vicente Nunes - Jornalista há 24 anos, dos quais dez no Correio Braziliense. Já passou por O Globo, Jornal do Brasil, Agência Estado e Gazeta Mercantil.

2 comentários:

Anônimo disse...

vamos parar o brasil por 1h EB fecha as rodovias MB os portos e FAB deixa pousar as aeronaves e nenhuma decola ate eles nos ouvirem

Soldado do Brasil disse...

Soldado do Brasil.
No Brasil o exercício da Lei depende do caráter da Autoridade!
Joaquim já disse: Se todos quisessem, faríamos do Brasil uma Grande Nação!


I made this widget at MyFlashFetish.com.

Ultimas Postagens

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...